Faça valer seus direitos com os melhores advogados!
"O direito não socorre aos que dormem!"

NOTICIAS

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,14 4,14
EURO 4,56 4,56

Niterói recebe 3º Encontro de Mediadores Judiciais

                                                                            Os desembargadores César Cury e Cristina Tereza Gaulia   Durante a abertura do 3º Encontro de Mediadores Judiciais do Estado do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, dia 18, no Teatro Reserva Cultural, em Niterói, o presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), desembargador César Cury, enfatizou a importância das palestras e debates em torno do objetivo de estabelecer ações para a pacificação social acerca do tema deste ano: “Políticas Públicas: a mediação como estratégia para uma paz sustentável”. - A gente entende que o Poder Judiciário é o maior formulador dessa política pública. O momento nacional exige investimentos pessoais, humanos e financeiros, público e privados. Desenvolvemos uma série de ações voltadas para a implementação de medidas dessa política de consensualidade de constituição da paz. Procuramos avançar na extensão da política pública, onde a base da sociedade possa ser alcançada pelo poder do diálogo - destacou. O magistrado afirmou que a mediação realizada pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) é uma maneira de desenvolver e aprimorar métodos consensuais desenvolvendo uma série de ações voltadas para a implementação de medidas dessa política de consensualidade de constituição da paz. - Este evento é um marco para a mediação. Já evoluímos bastante com a experiência dos encontros anteriores. Em Niterói, já implementamos a mediação de núcleo escolar do município. O segundo passo é com a segurança pública, guardas municipais, policiais militares, civis, e membros de conselhos tutelares, de modo a formar grande ambiente dentro do município, com o uso da comunicação como forma de evitar e tratar, contribuindo com ambiente de paz – disse. Participaram da cerimônia a juíza Valéria Lagrasta, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP); Maria das Graças Silva Raphael, coordenadora-geral do Pacto Niterói contra a Violência; coronel Gilson Chagas, chefe do Gabinete de Gestão Integrada de Niterói; Luísa Vianna Assumpção, gerente da Rede Mediar; e a secretária de Fazenda de Niterói, Giovanna Victer, que apresentou, em nome do prefeito Rodrigo Neves, o Pacto de Segurança de Niterói e a Rede Mediar. A iniciativa consiste na difusão dos métodos consensuais de solução de conflitos, especialmente a mediação. - O aprofundamento dos índices de violência mostra a necessidade da participação da mediação e prevenção no Programa Pacto contra a Violência. Estamos honrados de terem escolhido Niterói para sediar o evento - pontuou a secretária. A desembargadora Cristina Tereza Gaulia falou sobre o tema “Mediadores – Agentes Eficientes da Cultura da Paz – Avanços sem Retrocessos”. Para ela, não há mediação sem conflitos, e “sobre o caos podemos construir novas soluções e caminhos”: - A mediação entra como fórmula para o diálogo de maneira fraterna, solidária e democrática. A proposta do diálogo é de empoderar o outro, e não a si mesmo. A desembargadora explicou ainda que a função do mediador deve ir além de um mero acordista. Quem tem essa função presta, como frisou a magistrada, um papel relevante ao fazer a diferença como agente pacificador. - Trata-se de um novo momento do Direito. É um Direito de muitas interfaces, inserido na complexidade da sociedade em que vivemos. Diante do caos que se instaurou em nossa sociedade, o mediador precisa ser um agente público, um pacificador social – esclareceu. O 3º Encontro de Mediadores Judiciais do Estado do Rio de Janeiro acontece também neste sábado (19/10), das 10h às 15h, no auditório da sala Nelson Pereira dos Santos, no Teatro Reserva Cultural, na Avenida Visconde do Rio Branco 880, São Domingos, Niterói. SV/FS Fotos: Luiz Henrique Vincent/ TJRJ
18/10/2019 (00:00)
Visitas no site:  231907
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia