Faça valer seus direitos com os melhores advogados!
"O direito não socorre aos que dormem!"

NOTICIAS

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 4,14 4,14
EURO 4,56 4,56

Condenado homem que matou sargento da Polícia Militar em blitz da Lei Seca

O conselho de sentença do Tribunal do Júri de Queimados condenou a 46 de prisão Mateus Anderson Guimarães da Rocha pelo assassinato do sargento da Polícia Militar Anselmo Alves, na Baixada Fluminense, em 2017. Mateus, Luiz Felipe Monteiro e William de Jesus atiraram contra Anselmo e o sargento Leandro de Souza ao tentarem furar um bloqueio montado para operação Lei Seca. Na sentença, o juiz Luís Gustavo Vasques ressaltou que a pena é a soma pelo homicídio de Anselmo, a tentativa de homicídio de Leandro de Souza, que ficou ferido no ataque, e pelos crimes de porte de arma e receptação. De acordo com o magistrado, Mateus, Luiz Felipe e William agiram de forma fria e inconsequente, já que vários tiros foram disparados em rua movimentada. - Portanto, matar um policial militar, principalmente quando no exercício de suas funções, merece a reprimenda maior por parte da Justiça, que não pode deixar incólume a violação à vida dos agentes que são a última retaguarda de proteção da sociedade decente contra criminosos que se dispõem a desordenar a vida em coletividade - destacou. Também réu na ação, Luiz Felipe ainda será julgado. Ele recorreu da sentença de pronúncia, mas o recurso foi rejeitado em segunda instância. William de Jesus morreu no confronto. Processo n°: 0006783-06.2017.8.19.0067 JGP/PC  
17/10/2019 (00:00)
Visitas no site:  231942
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia